Carregando...

JOHANN GEORG GRIMM

(Bühl bei Immenstadt, Alemanha, 1846 - Palermo, Itália, 1887)

Pintor, professor e decorador, Georg Grimm estudou na Academia de Belas Artes de Munique entre 1868 e 1870, onde provavelmente frequenteou as aulas de Karl von Piloty e Franz Adam. Viajante inveterado, percorreu a Europa, o Oriente Médio e a África, antes de aportar no Brasil por volta de 1878. No Rio de Janeiro, percorreu cidades interioranas do estado, chegando até Minas Gerais, pintando estudos de paisagens e fazendas de café.

Em 1882, apresentou 128 pinturas e aquarelas numa exposição organizada pela Sociedade Propagadora das Belas Artes, no Lycêo de Artes e Offícios do Rio de Janeiro. Tornou-se professor interino da cadeira de Pintura de paisagem, flores e animais da Academia Imperial de Belas Artes (AIBA) por um breve período, entre 1882 a 1884. Nesse último ano, conquistou a medalha de ouro na Exposição Geral, mas rompeu com a com a diretoria e outros professores da AIBA, devido às crescentes divergências. Reuniu então, em torno de si, um grupo de pintores iniciantes com os quais exercitou a prática da pintura ao ar livre. Esse grupo, que mais tarde passaria a história da arte brasileira apelidado de Grupo Grimm, reunia artistas que depois se tornariam célebres, como Domingos Garcia y Vásquez, Hipólito Boaventura Caron, França Júnior e, sobretudo, Antônio Parreiras e Giovanni Battista Castagneto.

Vista do Rio de Janeiro tomada da rua Senador Cassiano em Santa Tereza - 1883

Entre 1885 e 1886, Grimm ainda viajaria por cidades do Rio de Janeiro e Minas Gerais, onde realizou obras por encomenda. Em 1887, retornou à Europa, vindo a falecer, nesse mesmo ano, na Itália.

Fontes: www.dezenovevinte.net e  www.baiadeguanabara.com.br




© www.artenarede.com