Carregando...

MARIA LEONTINA FRANCO DA COSTA

(1917, São Paulo, SP - 1984, Rio de Janeiro, RJ)

Primeiros estudos de arte em 1945 com Waldemar da Costa. Casou-se com o também pintor Milton Dacosta, numa convivência de vida e arte que se estendeu por toda vida. Participou de vários certames nacionais, como o Salão Nacional de Belas Artes, Divisão Moderna (a partir de 1946), o Salão Paulista de Arte Moderna (1951, prêmio viagem ao país; 1954, grande medalha de ouro) e a Bienal de São Paulo (1951, 1955, 1957, 1965 e 1989, prêmio de aquisição em 1957). Participou também da Bienal de Veneza (1950). Realizou diversas individuais em São Paulo e no Rio de Janeiro. Em 1994, o Museu de Arte Moderna de São Paulo inaugurou uma retrospectiva de sua obra. Em abril de 1999, no Centro Cultural Banco do Brasil, Rio de Janeiro, foi inaugurada a exposição Milton Dacosta e Maria Leontina: Um Diálogo.

Paisagem do Rio - Faculdade de Medicina - 1947

Em texto de 1994, observou Lélia Coelho Frota: "O seu processo de criar e relacionar-se com o mundo constituiu o oposto da premeditação intelectual, e os meios a que recorreu para transmitir a sua experiência de vida pela arte sempre foram estrita e exclusivamente de valor visual."

Fonte: www.bolsadearte.com




© www.artenarede.com