Carregando...

ARMANDO VIANNA

(1897, Rio de Janeiro, RJ - 1992)

Estudou a partir de 1919 com Eurico Alves, no Liceu de Artes e Ofícios do Rio de Janeiro, e mais tarde, como aluno livre da Escola Nacional de Belas Artes, com Rodolfo Amoedo e Rodolfo Chambelland. No Salão Nacional de Belas Artes recebeu em 1922 medalha de bronze, em 1923 medalha de prata e em 1926, com Primavera em Flor, o prêmio de viagem à Europa, e após seu retorno ao Brasil a medalha de ouro, em 1929. Do Salão Nacional participaria aliás por 54 anos, entre 1921 e 1975!

 

Paisagem coim Pão de Açúcar - déc.40

Expôs também no Salão Paulista de Belas Artes (obtendo em 1938, 1939, 1940, 1947 e 1952 premiações), no Salão Paranaense, no Salão do Instituto de Belas Artes do Rio Grande do Sul, etc. Realizou decorações no Palácio do Catete e no Palácio da Guerra, e nas igrejas de São Jorge e de Nossa Senhora do Rosário no Rio de Janeiro,

Arco do Telles - 1945

Armando Vianna trabalhou o óleo e a aquarela, praticando uma pintura tradicional e realista calcada em bom desenho e num colorido fiel. Paisagens, nus, cenas de gênero, flores e pinturas religiosas constituem a parte preponderante de sua produção.

Pão de Açúcar visto da Glória - 1987

Fonte: CD-Rom «500 Anos da Pintura Brasileira»




© www.artenarede.com